.

.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Cúpula do PSC da Paraíba comemora saída de Bolsonaro do partido, ‘Representa o que há de mais arcaico na política’


O deputado estadual do PSC paraibano, Renato Gadelha revelou em entrevista a mídia paraibana estar feliz com o anuncio da saida do Deputado Federal Jair Bolsonaro (PSC) dos quadros da legenda. Para Gadelha, a presença de Bolsonaro no partido representa o que há de mais arcaico na política brasileira.
Segundo Renato, o deputado federal Jair Bolsonaro pode ser classificado como “extremista”, e disse que ele representa “o que há de mais arcaico na política”. Ex-militar, Bolsonaro rachou com o PSC ainda em 2016, quando o partido se aliou ao PCdoB, no Maranhão, cuja ideologia é contrária à sua mensagem de extrema direita.
Porém, o PSC terá a perder com a saída de Bolsonaro, no que diz respeito ao coeficiente eleitoral, a se considerar que ele agrega votos à legenda. É que a cláusula de barreira, que tramita no Congresso, estabelece que partidos que não consigam 2% dos votos válidos nas eleições para a Câmara, distribuídos em pelo menos 14 estados, perderá, entre outras coisas, verbas do fundo partidário.








Nenhum comentário:

Postar um comentário