.

.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Provas mais robustas são contra Aécio, Jucá, Serra e Temer dizem Procuradores da Lava Jato, esses não destruíram provas


Na avaliação de procuradores que atuam na Lava Jato, as provas mais robustas entregues pelos delatores da Odebrecht são as que atingem os senadores José Serra e Romero Jucá, com Aécio Neves logo atrás, segundo a coluna Radar Online, da revista Veja, neste fim de semana.

O jornalista Mauricio Lima aponta ainda que Serra e Aécio têm evitado locais públicos, como aeroportos, desde que seus nomes ganharam destaques na mídia com a divulgação das delações da Odebrecht. O objetivo: evitar xingamentos e vídeos da cena que se espalham pela internet.




Nenhum comentário:

Postar um comentário