quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Comentário

O mensalão de Pedra Preta, o joio e o trigo

Por Arcenio Celestino Pimentel

A ocupação da Prefeitura de Pedra Preta, durante uma semana, pela oposição. Só fez aumentar ainda mais os problemas para o povo daquele município. Não bastasse o estado de abandono em que se encontram, provocado pelos desmandos políticos; que já completam Décadas. Agora está sendo mostrado na rua, uma lista com os valores e nomes dos que recebem Contracheque. Documento esse montado pela oposição, com documentações surrupiadas da prefeitura durante o ato da ocupação. Eles alegam ser pagamento de mensalão e altos valores, que não condizem com a capacidade e as funções que alguns ocupam. Inclusive segundo eles, tem pessoas que não prestam os serviços e outros que nem moram na cidade. Se o Gestor comete um grave erro em pagar mensalão; mais grave erro cometem os que divulgam listas de pessoas de bem; afinal não estão nem ao menos separando os nomes dos que realmente faz jus ao contracheque. Não quis nem ver a lista, pois trata-se de um crime a maneira como está sendo divulgada. Primeiro não conhece bem os que tem direito ou não de receber; e segundo, não cabe a minha pessoa julgar e condenar as pessoas. Esses; que dizem receberem indevidamente a coisa pública não são culpados; culpados são os Gestores que perpetuam com esse sistema. E outra! Estão enxovalhando os nomes de homens e mulheres de bem, principalmente os que recebem por seu trabalho. Não posso crer e babar uma oposição, que não que resolver os problemas; e sim assumir o problema para apenas tirar proveito. E também não estou dando credibilidade aos que estão divulgando a lista; pois antes o mesmos faziam parte desse esquema. Resumindo: Na briga dos que mamam contra os que querem mamar; não estão ao menos separando, o Joio do Trigo.