segunda-feira, 21 de março de 2011

Estadual do RN


Santa Cruz goleia o ABC e é campeão do primeiro turno

O Santa Cruz, em uma partida histórica, derrotou o ABC por 4x0, na tarde/noite deste domingo e conquistou o título do primeiro turno do estadual. Os gols foram marcados por Didi Potiguar e Quirino, que marcou três vezes. Precisando vencer, já que o alvinegro tinha vencido a primeira partida da decisão por 2x1, a equipe do interior não tomou conhecimento do adversário e mostrou sua força dentro de casa. Foram seis partidas no Iberezão, com seis vitórias. Agora, os times voltam suas atenções para o início do segundo turno, na próxima quarta-feira.

Santa Cruz vence o ABC por 4 a zero e se consagra campeão do primeiro turno

O primeiro tempo da final foi marcado pela forte marcação, poucas chances de gols e muita polêmica. As equipes entraram em campo com objetivos distintos. Se o Santa Cruz precisa atacar, já que só a vitória lhe interessava, o ABC começou cauteloso. Primeiro, pelos desfalques de três titulares, Ricardo Oliveira, Éderson e Leandrão. Segundo, porque o empate lhe daria o título do primeiro turno. Para se ter uma ideia, antes dos 15 minutos, três cartões amarelos já tinham sido distribuídos. Dois para os donos da casa e um para o alvinegro. O principal lance de perigo dos visitantes aconteceu apenas aos 38 minutos da etapa inicial, quando Ray aproveitou uma falha da zaga, entrou livre e chutou forte, mas, para fora. Já

O tricolor do Inharé teve duas grandes chances. A primeira com Quirino, que recebeu na área, se livrou da marcação e chutou forte, para a boa defesa de Welligton. Já a segunda chance, foi quando o Santa Cruz marcou seu gol, aos 24 minutos, gerando muita polêmica. Paulinho avançou pela direita e cruzou rasteiro. Irineu se atrapalhou e quase marcou contra. A bola bateu na trave e voltou nos pés de Didi Potiguar, que livre, só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo das redes do ABC. Mas, a assistentes Márcia Lopes, anulou impedimento, alegando que o atacante do Santa Cruz estava em posição irregular. Mas, o árbitro da partida, o paranaense Evandro Rogério Roman, da FIFA, assumiu a responsabilidade e validou o gol, deixando os jogadores do ABC revoltados.

Emanuel Amaral

Santa Cruz vence o ABC por 4 a zero e se consagra campeão do primeiro turnoSe no primeiro tempo as chances de gol foram poucas, no segundo tempo elas apareceram e muito, para a equipe de Santa Cruz. E, os donos da casa aproveitaram quase todas. Logos aos três minutos, Quirino aproveitou o vacilo da zaga do ABC, se livrou da marcação na pequena área e chutou forte, para marcar o segundo gol. Para tentar empatar a partida, que lhe daria o título, o técnico Leandro Campos, fez duas substituições, promovendo a estreia do lateral direito China. Mas, quem marcou, mais uma vez, foram os donos da casa, aos 19 minutos novamente com Quirino, que aproveitou cruzamento de Rafinha e marcou o terceiro. Cinco minutos depois, o zagueiro Tiago Garça cometeu pênalti em Paulinho. Quirino bateu com categoria e marcou seu terceiro, o quarto do Santa Cruz. O ABC, sem demonstrar nenhum poder de marcação, ficou apenas olhando o Tricolor do Inharé jogar, sem forças para reagir. Quando o árbitro apitou o final da partida, a torcida de Santa Cruz pode fazer a festa, conquistando o título do primeiro turno e uma vaga na Copa do Brasil da próxima temporada.

“Sabíamos que poderíamos vencer, mas não com esse placar. Fizemos um grande segundo tempo e toda equipe está de parabéns. Temos que comemorar”, Wassil Mendes, técnico do Santa Cruz.

“Essa é a resposta da justiça de Deus. Enfrentamos muitas dificuldades e conseguimos conquistar o título. Nossa equipe é forte e podemos chegar mais longe. Parabéns aos atletas, comissão técnica e a torcida”, Luiz Antônia “Tomba”, presidente do Santa Cruz.

“Duvidaram do time da gente. Provamos dentro de campo que fomos os melhores do primeiro turno. Mas, não vamos parar por aqui. Vamos atrás do segundo turno também”, Pantera, zagueiro do Santa Cruz.

“Com muita determinação a trabalho conseguimos vencer. Nosso time tem os pés no chão e soubemos fazer a nossa parte”, Didi potiguar, atacante do Santa Cruz.

Fonte: Tribuna do Norte