sábado, 21 de janeiro de 2012

Patriota elogia decisão dos EUA de facilitar vistos para brasileiros.

O ministro de Relações Exteriores, Antonio Patriota, afirmou nesta sexta-feira (20) que a decisão do governo norte-americano de aumentar a capacidade de processamento de vistos para o Brasil é uma “manifestação positiva”.
“Na medida em que facilite o contato das duas sociedades, das duas economias, só pode ser avaliado como algo positivo no momento em que estamos preparando uma visita da presidente Dilma Rousseff a Washington a convite do presidente [Barack] Obama”, afirmou Patriota, após encontro em Brasília com o ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Kostyantyn Gryshchenko.
Nesta quinta-feira (19), Barack Obama anunciou, na Disney World, na Flórida, que os Estados Unidos devem aumentar a capacidade de processamento de vistos para Brasil e China em 40% nos próximos 12 meses.
Obama solicitou aos ministérios envolvidos que preparem no prazo de dois meses um plano que assegure que 80% das solicitações de vistos sejam atendidas em até três semanas no Brasil, salvo exceções que envolvam a segurança do país.
"As pessoas querem vir aqui. E China e Brasil são dois dos países com o maior acúmulo [de pedidos de vistos]. Então isso é o que estamos fazendo - dizendo ao mundo que a América está aberta aos negócios", discursou o presidente dos EUA.
Dos 820.000 brasileiros que pediram permissão para viajar aos Estados Unidos entre outubro de 2010 e setembro de 2011 (ano fiscal americano), 791.000 a obtiveram. A demanda superou em 40% a cifra do ano anterior.
Os Estados Unidos concederam 885.000 vistos a chineses, ante mais de um milhão de solicitações durante o mesmo período, num aumento de demanda de 34%.