domingo, 8 de julho de 2012

Email do Leitor.

PARA NÃO DIZEREM QUE NÃO FALEI DE FLORES.

Outro dia li duas pesquisas sobre a Gestão da Saúde pública nos pequenos municípios.  Pelo índice FIRJAN; Pedra Preta obteve nota 8,4, o que é considerado ótimo; enquanto o Ministério da Saúde deu nota 6,4, que pode ser considerado bom. Acredito; pois apesar de termos poucos recursos; pelo menos os Gestores da saúde em Pedra Preta, estão cuidando, com certo zelo e carinho; atendendo as pessoas sem distinguir a bandeira partidária; coisa rara de si ver nos pequenos municípios. Sabemos que precisa melhorar; primeiramente deverá ser compro uma ambulância; e logo após deverá ser construído uma unidade de Estabilização que o Governo Federal está prometendo, temos também que contratar um médico que permaneça diariamente no Município.
Viram! No meio de tentos espinhos quer lanço, também enxergo Flores. É só ver as coisas com um pouco de imparcialidade, que começamos separar os Espinhos das Flores. Tome como exemplo uma plantação de feijão que se encontra perdida do meio das ervas daninhas; cultive o feijão que perceberás o surgimento de uma plantação bonita onde se tornará produtiva.
Estamos iniciando uma campanha para eleição de Prefeito e Vereadores; porque não utilizamos a mesma para nos purificar Politicamente? Assim como fazemos nos Atos Religiosos; achando que estamos purificando as nossas Almas. Haja com a razão e não somente com o coração; acalmem os ânimos; tratem todos com o respeito e a dignidade que um ser humano merece. Não enxergue somente as virtudes do seu candidato, nem tampouco os defeitos dos adversários.  Vamos nos respeitar; afinal; todos nós teremos o mesmo destino; onde o nosso corpo será comido pelos vermes e se transformará em Pó. E as nossas Almas? Vai depender das nossas atitudes, das nossas obras, até mesmo do que pregamos.
Todos sabem que carrego uma Bandeira partidária; mais podem ter certeza; ela encontra-se em minhas mãos, não está servindo para venda dos meus olhos ou embalando o meu coração.

Arcenio Celestino Pimentel