domingo, 13 de janeiro de 2013

O fingido amor dos Mendes por Pedra Preta

O município de Pedra Preta, localizado na região Central do Rio Grande do Norte, foi vitima de uma família que há mais de 20 anos vinha comandando aquele município (Os Mendes ). 
Essa família assumiu o Poder Público de Pedra Preta em 1989, com a eleição do primeiro Mendes, o Sr. José Mendes, que governou o município por 03 mandatos, sendo todos eleitos pelo PMDB. 
Ao sair do primeiro mandato no ano de 1992, José Mendes deixou o município em situação difícil, com várias inadimplências, dificultando o retorno do grande líder PMDBista, Francisco Salviano Xavier (Sabino – In Memorian), que foi o grande condutor da chegada do PMDB a Prefeitura de Pedra Preta, mas Sabino não chegou a concluir seu segundo mandato, vindo a falecer no ano de 1996. Depois os Mendes retornaram ao poder de 1997 a 2004, com o Sr. José Mendes, retornando a Prefeitura, e foi o pior atraso da história administrativa daquele município. Por fim, assumiu a Prefeitura um ditador da família, sobrinho o ex prefeito José Mendes, o Sr. Gilvan Inácio de Lima, que deixou uma herança maldita para o atual prefeito Luiz de Haroldo. 
O nosso blog mostrou a dias atrás, parte da triste situação deixada por está família no Poder Público de Pedra Preta, mas tem muito mais ainda o que se deve ser mostrado pela falta de compromisso desses gestores, que foram o grande atraso na gestão pública do município de Pedra Preta. Uma família que chegou do nada e usufruiu muito do Poder Público daquele município. 
Pra finalizar, o nosso blog chega a conclusão que não se pode amar a pátria alheia, pois os Mendes não são de Pedra Preta. Por isso não amam a terra que lhe deu a mão.