terça-feira, 25 de março de 2014

Prefeito Benes participa de mobilização em Brasília

Prefeitos de todo o país ameaçam paralisar as atividades nas gestões públicas, em protesto à falta de apoio do Governo Federal para necessidades urgentes dos municípios. Nesta terça, centenas de prefeitos estão em Brasília, à paralisação nacional está prevista para o dia 11 de abril. Os prefeitos declaram que irão ponderar serviços emergenciais, como saúde e educação que deverão funcionar para não prejudicar os munícipes.

O encontro desta terça antecede a Marcha em Defesa dos Municípios, que deverá ocorrer de 12 a 14 de maio. Em meio à crise financeira, a paralisação do dia 11 tentará sensibilizar o governo Federal sobre a falência de mais de três mil municípios no Brasil. Os prefeitos pedem a aprovação do aumento de 2% sobre o Fundo de Participação dos Municípios (FPM), em tramitação no Congresso, a reformulação da Lei Complementar 116/2003 do Imposto Sobre Serviços (ISS), entre outros aspectos.

Aqui do Rio Grande do Norte, o prefeito de Lajes comanda a caravana dos prefeitos potiguares que estão de mãos dadas na luta pela aprovação dos projetos mencionados a cima. “É um último pedido de socorro que os prefeitos farão. Se não tivermos respostas, o entendimento da Confederação Nacional dos Municípios é de que as prefeituras devem parar. O governo tem até maio para tomar as providências. São mais de três mil cidades de todo o país que estão com falência decretada”, disse o Presidente da Confederação Nacional dos Municípios.


Com informações de Robson Cabugi e imagem de Gerson de Castro.