segunda-feira, 7 de abril de 2014

Esporte

América vence o ABC e fica perto de conquistar o segundo turno


O América derrotou o ABC no clássico desse domingo, por 1x0, e ficou muito próximo de conquistar o segundo turno do campeonato estadual. O gol da partida foi marcado pelo lateral direito Wálber, já nos acréscimos do segundo tempo. Agora, o alvirrubro é líder, com 15 pontos, e ainda duas jogos por fazer. Já o alvinegro, está eliminado da disputa pelo título e vai apenas cumprir tabela na última rodada. Com o resultado, além de se aproximar da conquista, a equipe americana manteve um tabu de, agora, 12 partidas sem ser derrotada pelo seu maior rival.

Primeiro tempo de pouquíssimas chances de gol, tanto para o ABC, quanto para o América. Os dois técnicos optaram por escalar suas equipes de uma forma mais cauteloso, com três volantes. Com isso, apenas Octávio, pelo lado alvinegro, e Artur Maia, no alvirrubro, eram encarregados de criar as jogadas de ataques, mas, bem marcados, pouco conseguiram criar.

As jogadas mais perigosas do América foram de bolas alçadas na área e pela direita, com Fabinho, que sempre levava vantagem em cima de Guto. Firme, a defesa abecedista conseguia afastar o perigo, na maioria das vez com falta, o que dava ao alvirrubro, as chances de lançar a bola na área do ABC. Em uma dessas chances, Max apareceu livre para desviar, mas foi marcado o impedimento.

No ABC, pouca coisa foi criada no setor de ataque. Com exceção de uma cabeceada de Lúcio Curió, que Andrey defendeu sem perigo, o setor ofensivo abecedista não criou mais nenhuma chance gol na etapa inicial. Já nos acréscimos, Beto conseguiu desviar a bola, que sobrou limpa e livre para Lúcio Curió. Mas, antes do camisa 10 concluir, o goleiro americano chegou para afastar o perigo.

O segundo foi quase uma repetição da etapa inicial, com muitos erros de passes, muita marcação no meio de campo e pouca inspiração no ataque. As oportunidades só surgiram próximo ao fim do jogo, para ambos os lados.

O América teve a chance mais clara com Rodrigo Pimpão, que aos 23 minutos, recebeu belo passe de Isac e chutou forte, para a grande defesa de Bruno Fuso.

O atacante Alvinho teve duas chances de abrir o placar, mas, em ambas, dentro da área, se enrolou na conclusão e chutou errado.

A partida ainda teve momentos de confusão. O técnico Zé Teodoro, do ABC, foi expulso depois de se desentender com Pimpão, do América. Isac, atacante alvirrubro, também deixou o campo mais cedo, depois de cometer falta por trás em Patrick e receber, direto, o cartãos vermelho.

A cena inusitada no clássico foi com o atacante abcedista, Lúcio Curió. Ao ser substituído, no segundo tempo, ele foi vaiado pela torcida do ABC, enquanto os torcedores americanos o aplaudiram, já que ele é ídolo da torcida alvirrubra, por ter jogados, em duas oportunidades, pelo time da Rodrigues Alves.

“Isso é fruto de um trabalho honesto. Vou fazer quatro anos de América e ainda não tinha marcado em um clássico e em jogos assim é preciso fazer a diferença”, revelou o lateral direito Wálber, do América, autor do gol.

“Não tem o que se dizer, falhamos no final. Independente disso, não fizemos um bom jogo. Agora, é fazer uma reflexão do trabalho e já pensar na série B”, disse o volante Daniel Paulista, do ABC, ao término da partida.

Ficha técnica:

ABC: Bruno Fuso; Patrick, Suéliton, Samuel e Guto; Daniel Paulista, Daniel Paulista, Michel Schmoller e Octávio (Gilmar); Lúcio Curió (Alvinho) e Beto (Moisés).
Técnico: Zé Teodoro.

América: Andrey; Fabinho, Cléber, Edson Rocha e Alex Barros (Marcelinho); Tiago Dutra, Val, Jean Cléber (Wálber) e Artur Maia; Rodrigo Pimpão e Max (Isac).
Técnico Oliveira Canindé.

Local: Arena das Dunas, Natal/RN
Data: 06.04.14
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique
Público: 10.988 torcedores
Renda: R$ 312.445,00
Gols: América: Wálber, aos 48´do 2º T


Tribuna do Norte.