domingo, 20 de setembro de 2015

Assembleia vai criar Frente Parlamentar de Combate ao Câncer Infantil

O deputado estadual Jacó Jácome (PMN) anunciou nesta sexta-feira (18), durante audiência pública na Assembleia em alusão à campanha nacional Setembro Dourado, a criação de uma Frente Parlamentar de Combate ao Câncer Infantil para a discussão e planejamento de ações voltadas ao tema. O parlamentar, propositor da discussão, revelou ainda outras ações com foco na prevenção do câncer infantojuvenil.

“Iremos destinar uma emenda parlamentar para a promoção de campanhas educativas voltadas à prevenção da doença. Nós vamos fazer uma reunião com a direção da TV Assembleia e a Comunicação da Casa para solicitar o apoio na divulgação de ações voltadas para o combate do câncer infantojuvenil”, disse Jacó.

Em pronunciamento, o parlamentar revelou dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), que apontam que 80% das crianças e adolescentes com câncer podem ser curados, caso diagnosticados precocemente. “A oportunidade de cura para esses jovens é alta, desde que os atores públicos e sociais ofereçam as condições necessárias e adequadas para isso”, disse Jacó Jácome, que também alertou para que os pais permaneçam atentos ao comportamento dos seus filhos e aos sinais da doença.

No Rio Grande do Norte, a campanha Setembro Dourado vem sendo capitaneada pela Casa Durval Paiva, Grupo de Apoio à Criança com Câncer (GACC), Hospital Infantil Varela Santiago e Liga Norte-riograndense Contra o Câncer. Presente no debate, o diretor-presidente da Casa Durval Paiva, Rilder Campos, enalteceu a iniciativa do Legislativo potiguar e comemorou o crescimento da campanha. “Precisamos que os poderes constituídos se mobilizem, pois as atividades das instituições do terceiro setor devem ser complementares às ações públicas”, disse Rilder.

Segundo a coordenadora de desenvolvimento institucional do GACC, Natividade Passos, a campanha procura dar maior visibilidade aos sintomas da doença e à necessidade do rápido diagnóstico, além de cobrar ações públicas dos órgãos governamentais.

Sobre as ações públicas de saúde voltadas às crianças, a secretária municipal de saúde de Natal, Ana Paula Queiroz, disse que o município tem investido na intensificação das medidas de prevenção ao câncer infanto-juvenil e das tradicionais ações de saúde. “A nossa prioridade é na atenção primária. Hoje mantemos um programa chamado ‘Saúde na Escola’ que abrange cerca de 25 mil alunos com ações preventivas”, comentou.

De acordo com a representante da Secretaria Estadual de Saúde, Senei da Rocha, “o momento é rico por reunir o diálogo de vários setores”. Já a presidente da Liga Contra o Câncer disse que os debates e as campanhas farão a diferença para melhorar a expectativa de cura das crianças com câncer no Rio Grande do Norte.

A audiência contou com a participação ainda do presidente da Frente Parlamentar Mista de Combate ao Câncer da Câmara Federal, deputado Antônio Jácome (PMN), que relatou que o país registra 580 mil novos casos de câncer ao ano, matando cerca de 180 mil pessoas. “Se nem na assistência primária conseguimos equalizar essa questão, imagine no tratamento do câncer”, disse ele.

O evento reuniu representantes da sociedade civil organizada e agentes públicos, como a vereadora de Natal Júlia Arruda (PSB), autora da lei municipal que institui o “Setembro Dourado”.


Assembleia Legislativa do RN
Assessoria de Comunicação