.

.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

'Bode expiatório', diz comandante da PM após exoneração no RN


Coronel Ângelo Dantas deixou o comando da PM nesta quinta-feira (21) (Foto: Fernanda Zauli/G1)

O ex-comandante-geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte coronel Ângelo Mário de Azevedo Dantas usou as redes sociais para falar sobre sua demissão. O governo Robinson faria anunciou a saída do coronel Ângelo na noite desta quinta-feira (21). O coronel Dancleiton Pereira Leite foi anunciado nesta sexta (22) como novo comandante-geral da PM.
"Boa noite, muito prazer a todos. 'Permitam-me apresentar-me': Sou novo por aqui. Aliás, sou um operador do face razoavelmente antigo, mas em razão de circunstâncias alheias à minha vontade e à de muitas pessoas estou sendo orientado a mudar de nome. A partir de agora passarei a assinar como bode expiatório", escreveu o coronel Ângelo Dantas. Ele estava no comando da PM desde o início de 2015.Após se reunir com a cúpula da segurança pública do estado, Robinson Faria anunciou mudanças no comando da PM. "Eu vou mudar todo o comando da PM. Com todo respeito ao ex-comandante, coronel Ângelo, e ao subcomandante, mas infelizmente a Polícia Militar, apesar da boa vontade e da honestidade, não se adequou à velocidade que a população e o govenador esperava no combate à violência", disse Robinson Faria.
Ele disse ainda que procurava um comandante "com perfil de liderança e com capacidade de interpretar esse momento difícil, que seja combativo, que ofereça respostas rápidas para a população e que não fique procurando culpados que ele próprio vá para a linha de frente".
Em nota divulgada nesta sexta-feira (22), a secretária de Segurança Pública e Defesa Social do RN, Kalina Leite, destacou o empenho das Polícias Militar e Civil e seus gestores no primeiro ano da atual gestão. Ela definiu o ano como "um ano de superação".

Sobre as mudanças anunciadas na Polícia Militar, Kalina Leite enalteceu o trabalho desenvolvido pelo coronel Ângelo Dantas. “Quero externar em público o importante trabalho desenvolvido pelo coronel Ângelo Dantas, profissional dedicado, íntegro, humano e equilibrado. Sua gestão ficará marcada pela ética e senso de justiça com que sempre pautou suas decisões”, diz a nota.
FONTE:http://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2016/01/bode-expiatorio-diz-comandante-da-pm-apos-exoneracao-no-rn.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário