.

.

sábado, 16 de janeiro de 2016

Ministro Henrique Eduardo Alves vai a Madri em busca de investimentos e turistas espanhóis.


Ministro do Turismo cumpre agenda extensa na Feira Internacional de turismo, FITUR. Na programação encontros com a imprensa, investidores e autoridades do turismo mundial.
O ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, começa o ano em que o Brasil sedia a Olimpíada representando o país numa das maiores feiras de turismo do mundo. A ideia é atrais investidores e visitantes para o país. A programação inclui entrevistas para veículos de prestígio internacional como a Agência EFE, uma das cinco maiores do mundo, encontros com ministros de Turismo de diversos países, reuniões com representantes de organismos internacionais como a Organização Mundial de Turismo e uma conferência com empresários espanhóis interessados em oportunidades de investimento.
“Temos de mostrar que o Brasil está preparado para receber com excelência os visitantes e investidores. Temos excelentes oportunidades e oferecemos experiências turísticas incríveis para os mais diversos e exigentes públicos”, afirmou o ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves. A agenda começa na segunda-feira com uma entrevista para a Agência EFE, presente em 180 cidades de 110 países com mais de 3 mil profissionais. De acordo com a Comscore, fonte oficial de medição de audiência da Espanha, a agência é o veículo online mais lido do país, com 14,4 milhões de usuários únicos e também o veículo espanhol mais lido no mundo. A ideia é aproveitar a oportunidade para chamar os espanhóis e europeus de outras nacionalidades para desfrutarem da Olimpíada no Brasil.  
Ainda na segunda, Henrique Eduardo Alves encontra-se com o embaixador o Brasil em Madri, Antônio Simões, e com o Secretário-Geral da Organização Mundial de Turismo, Taleb Rifai. A OMT tem elogiado internacionalmente por meio de comunicados oficiais a medida adotada pelo Brasil em facilitar a entrada de turistas no país por meio da isenção de vistos para países estratégicos (EUA, Canadá, Japão e Austrália). Na pauta também entrará o fortalecimento da presença institucional do Brasil na entidade internacional ligada a ONU.
Na terça-feira (19) o ministro participa da 19ª Conferência Ibero-Americana de Ministros e Empresários de Turismo (Cimet). Na ocasião, serão discutidas oportunidades de investimentos principalmente na área de hotelaria no Brasil. No dia seguinte (20), o ministro estará presenta na abertura da 36ª Feira Internacional de Turismo, uma das maiores do mundo. Na última edição, em 2015, foram 222,5 mil participantes entre profissionais do setor, jornalistas e visitantes. Os organizadores esperam bater o recorde de público este ano. Logo após o início do evento, Henrique Eduardo Alves encontra-se com a secretária de Turismo do Chile, Javiera Montes, para discutir estratégias para fortalecer o setor de viagens entre os dois países vizinhos.
No último dia de agenda (21), estão previstas duas reuniões bilaterais: com o Ministro de Turismo e Comércio de Andorra, Francesc Camp Torres, e com o ministro de Turismo da Argentina, Gustavo Santos. Será a primeira vez desde a mudança de governo na Argentina, com a posse de Maurício Macri na presidência, que os dois ministros se reunirão. A argentina é o principal país emissor de turistas para o Brasil, com 1,74 milhões de visitantes em 2014. Os argentinos representaram 27,1% de todos os turistas estrangeiros que estiveram no país no mesmo ano.
Sexta-feira (22) o ministro embarca de volta para o Brasil. “Quero aproveitar cada momento para fortalecer os laços entre Brasil e Espanha. Temos um amplo espaço para troca de experiências no campo do turismo”, comentou Henrique Eduardo Alves. A Espanha é o terceiro destino mais visitado do mundo, com cerca de 60 milhões de turistas internacionais em 2014 de acordo com a OMT, atrás apenas da França e Estados Unidos. A Olimpíada de Barcelona é considerada a mais bem-sucedida da história recente dos jogos.
Exposição - A exposição do Brasil na Fitur 2016 vai ocupar um estande de 306 m²  com uma plataforma de promoção da diversidade dos produtos, destinos e serviços do turismo brasileiro para o público internacional.O Brasil dará ênfase ao país como sede de grandes eventos, destinos de sol e mar, cultura, gastronomia e natureza exuberante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário