.

.

sexta-feira, 7 de julho de 2017

Cristovam acha que não há nenhum problema empregado trabalhar 12 horas por dia


O senador Cristovam Buarque desceu mais um degrau na jornada de traição ao eleitor, ao defender que o empregado trabalhe até doze horas em único dia, como mostra um vídeo publicado pelo Mídia Ninja, em que ele debate com o senador Paulo Paim.


Enquanto Paulo Paim defende os direitos trabalhistas, Cristovam Buarque insiste que é preciso aumentar a jornada de trabalho.










Nenhum comentário:

Postar um comentário