.

.

sábado, 22 de julho de 2017

Esporte: América-RN bate o Ceilândia no Abadião e garante vantagem para o jogo da volta


O América-RN abriu uma vantagem importante contra o Ceilândia. Com a vitória por 1 a 0 diante do time do Distrito Federal neste sábado no jogo de ida da oitavas de final da Série D, o Alvirrubro terá o conforto de jogar por um empate no jogo da volta na Arena das Dunas, na próxima sexta, 28.  O único gol da partida foi marcado pelo atacante Jean Silva, um minuto depois de ele entrar em campo na vaga de Uederson. A estrela do atacante brilhou quando o América sofria para ter criatividade no setor de ataque. O time não conseguia oferecer riscos ao Ceilândia e sofria com a pressão do time da casa, que desperdiçou um pênalti no primeiro tempo. Depois de vencer a Aparecidense-GO no sufoco na segunda fase depois de empatar por 0 a 0 fora de casa e marcar o gol da classificação em casa nos minutos finais, o América-RN poderá ter mais tranquilidade para a volta. Para o Ceilândia, a missão fica mais complicada: o time terá que bater o rival na Arena das Dunas, onde o Alvirrubro venceu os quatro jogos que disputou nesta Série D.

COMO FICA?

Com a vitória por 1 a 0, o América-RN terá a vantagem de jogar pelo empate para se classificar na Arena das Dunas no jogo da volta contra o Ceilândia na sexta-feira, 28. Em caso de derrota por 1 a 0 , a partida vai para os pênaltis. Se o Gato Preto vencer por um gol de diferença na Arena das Dunas com mais gols marcados que no jogo de ida (2x1,3x2, 4x3...), a equipe garante a classificação pelo critério de desempate do gol marcado fora de casa. 

PRIMEIRO TEMPO
O Ceilândia dominou a primeira etapa de jogo. O time da casa não deixou o América-RN jogar e criou boas oportunidades de gol, tanto que fez do goleiro Fred o principal nome do time americano e da partida nos primeiros 45 minutos. A grande chance, no entanto, foi num pênalti cometido por Guto, que Filipe Cirne bateu para fora e desperdiçou. O time ainda pressionou o América e exigiu do arqueiro do Alvirrubro principalmente em bolas alçadas na área. O América chegou a ocupar a área de defesa do Ceilândia, mas sem qualquer efetividade. E até sofreu com contra-ataques do time da casa.

SEGUNDO TEMPO
O cenário do segundo tempo começou igual ao do primeiro, com o Ceilândia superior e com muitas faltas cobradas para a área, na busca pelo jogo aéreo. A efetividade do Ceilândia, no entanto, diminuiu. A pressão se seguiu com chutes de fora de área e defesas tranquilas de Fred. O América chegou com Dão em cabeçada que atingiu o travessão. Mas foi a estrela de Jean Silva que brilhou. Um minuto depois de entrar, ele marcou em tabela com Cascata. A partir daí, a situação mudou. O Alvirrubro aproveitou os contra-ataques e ainda perdeu uma oportunidade clara com Tadeu. Fred também precisou trabalhar em chute de longe de Carlos Henrique, mas o América soube segurar a vantagem.







Nenhum comentário:

Postar um comentário