terça-feira, 23 de outubro de 2012

Pena parcial de Valério no mensalão soma 11 anos e 8 meses de prisão

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) começou nesta terça-feira (23) a determinar a pena de prisão para Marcos Valério, apontado como operador do esquema de compra de votos no Congresso Nacional para beneficiar o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Na análise de três acusações diferentes, as penas já definidas somam 11 anos e 8 meses de prisão. Além disso, a multa chega a R$ 978 mil - o valor ainda será corrigido. Ainda faltam seis acusações. Ele foi condenado por ter cometido nove delitos em cinco crimes diferentes (corrupção ativa, formação de quadrilha, peculato, evasão de divisas e lavagem de dinheiro).
Segundo o Código Penal, condenados a penas acima de oito anos devem cumprir pena em regime fechado, o que deve ocorrer com Valério. 
O Supremo começou nesta terça a definir as penas dos 25 condenados no processo do mensalão. Os ministros decidiram que a fixação da punição será por réu. A análise de cada crime também será separada. O relator do processo, ministro Joaquim Barbosa, decidiu iniciar a fase de dosimetria (tamanho das penas) pelo núcleo publicitário do esquema, e afirmou que Valério tinha o papel mais importante.

Fonte: globo.com.br