sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Mineradores potiguares pedem apoio de Henrique Alves para inclusão da xelita no Código de Mineração

Brasília (DF) – O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, recebeu uma comissão de mineradores do Rio Grande do Norte para discutir salvaguardas para a xelita no Código de Mineração, em tramitação na Casa. O Rio Grande do Norte é o maior produtor do minério, de onde se extrai o tungstênio. Os mineradores locais expuseram ao relator do Código de Mineração, Leonardo Quintão (PMDB-MG), as dificuldades que enfrentam no mercado externo.

Participaram do encontro com Henrique Alves, além do relator, o presidente do Sindicato das Indústrias de Mineração do Rio Grande do Norte e diretor da Federação das Indústrias (Fiern), Francisco Pereira Soares; o minerador Marcelo Porto Filho; o investidor Luis antônio Vessani, do grupo Bonfim, de Lajes, e o chefe de gabinete da Fiern, Fernando Antônio Bezerra.

A mina Nosso Senhor do Bonfim, por exemplo, volta a produzir xelita, após uma pausa de quase 30 anos. Localizada no município de Lajes, a 125 km de Natal, a mina funcionou entre os anos 1973 e 1984, mas, devido a queda dos preços da xelita na década de 80 parou as atividades.


Foto: J. Batista

Assessoria de Imprensa
Presidência da Câmara dos Deputados