.

.

segunda-feira, 29 de maio de 2017

José Adécio representa ALRN em evento que liberou R$ 6,3 milhões para Projetos de Inovação Pedagógica


Estimular e buscar incentivos para o ensino-aprendizagem dos alunos da Rede Estadual são eixos de atuação do Governo do RN que desde 2015 desenvolve, através da Secretaria de Estado de Educação e Cultura, o PIP – Projeto de Inovação Pedagógica.

Nesta segunda-feira, 29, o deputado José Adécio representou a Assembleia Legislativa, quando governador Robinson Faria deu início à 3ª edição do PIP ao celebrar convênios com 158 Escolas, evento realizado na Escola de Governo, no Centro Administrativo do Estado em Natal. Este ano cada Escola contemplada vai receber recursos que variam entre R$ 30 mil e R$ 45 mil reais. Os investimentos são do Governo do RN, por meio do Projeto Governo Cidadão através do Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial.

“Esta iniciativa do nosso Governo incentiva e motiva os professores, diretores e alunos a resolverem dificuldades no ensino e motiva toda a comunidade educacional para alcançar melhores resultados de aprendizagem”, afirmou Robinson Faria. O Governador também destacou a agilidade que o PIP permite às escolas por que os recursos ficam disponíveis para as diretorias que, assim, podem diretamente contratar e executar as melhorias tanto em ações pedagógicas como em infraestrutura e aparelhamento.


Para o deputado José Adécio, o PIP é de fundamental importância, uma vez que cria perspectivas de melhoria na educação. "Toda forma de incentivo à educação terá meu total e irrestrito apoio, por isso fiz questão de prestigiar esse evento", disse o parlamentar.


O PIP fortalece os processos educacionais e de aprendizagem para os estudantes de 4º, 5º e 6º ano do Ensino Fundamental e 1ª série do Ensino Médio. As necessidades são identificadas pela própria escola e realiza intervenções como: oficinas de produção de texto, matemática, informática, música, infraestrutura e meio ambiente.



Com informações da Assecom RN
Foto: Demis Roussos








Nenhum comentário:

Postar um comentário