quinta-feira, 19 de setembro de 2019

Com recursos assegurados por Walter Alves, recuperação da Armando Ribeiro Gonçalves é concluída

O deputado federal Walter Alves (MDB-RN) confirmou, no início da tarde de hoje (18), em audiência com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, que as obras de recuperação e modernização da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves foram concluídas. O projeto teve investimento de R$ 15,9 milhões, vai beneficiar mais de 750 mil habitantes, e faz parte do Programa de Integração do São Francisco.
“Nosso mandato, juntamente com o mandato do ex-senador Garibaldi Alves Filho, acompanhou, desde o início, no ano de 2017, a execução desse projeto. Sempre estivemos atentos a essa importante obra, e conseguimos viabilizar os recursos necessários para um dos setores mais sensíveis e essenciais para o Rio Grande do Norte: segurança hídrica. Agora, vamos cobrar a conclusão da Barragem de Oiticica e a continuidade do projeto de transposição do São Francisco”, explica Walter Alves.
As obras de recuperação da Armando Ribeiro foram executadas pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS). O maior reservatório de água do Rio Grande do Norte faz parte do Projeto de Integração do Rio São Francisco com as Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional (PISF).
Foram executados, entre outros serviços, a recuperação de comportas e monovia; substituição de válvulas dispersoras; enrocamento da parede de jusante; substituição das canaletas de jusante; recuperação do dreno de pé; asfaltamento do coroamento da barragem e recuperação da concretagem do vertedouro.
Oiticica
Outro ponto discutido por Walter Alves durante a audiência com o ministro Canuto foi a construção da Barragem de Oiticica. No fim de julho passado, o Governo Federal fez o repasse de R$ 56,7 milhões para a obra. Atualmente, o projeto está com 77,86% de execução física.
O ministro explicou que há quatro pendências para conclusão da obra: pagamentos de indenizações – falta a conclusão dos processos de desapropriações que são responsabilidade do Governo do Estado; aprovação do plano de resgate arqueológico; realização dos serviços de supressão vegetal da área da bacia hidráulica; e contratação de nova empresa pra conclusão das obras da Nova Barra de Santana que, atualmente, está com 48,66% de execução.
--
Walter Alves - O deputado do RN
Roberto Lucena - Assessor de Imprensa